Dengue: Grande Mutirão acontecerá no sábado (25)

O sábado (25) será um dia especial de combate ao mosquito Aedes Aegypti em Chapecó. Mais de 40 entidades vão somar forças para limpeza urbana e sensibilização das pessoas, todos mobilizados para uma faxina e combate ao mosquito. A intenção é envolver toda a cidade, com apoio de entidades, igrejas, redes de ensino, imprensa e administração municipal para combater o mosquito. Isso porque Chapecó é um município infestado por mosquitos. É necessário recolher lixo e eliminar qualquer recipiente que possa acumular água.

De acordo com Junir Lutisnki, biólogo e coordenador da Vigilância Ambiental de Chapecó, março e abril são os meses de maior risco de infestação com risco eminente de transmissão viral. Segundo ele, 54% dos focos encontrados em Chapecó estão associados a pequenos ambientes e recipientes que acumulam água por não ter a destinação correta. “Hoje nossos maiores problemas estão associados aos pneus que não são destinados ao Ecoponto de pneus ou na borracharia mais próxima. Além disso, as tampinhas, potinhos e embalagens pequenas, que cada morador poderia colocar em uma sacola e depositar nas lixeiras”, explicou Junir.

Lixo e Reciclagem

O destino correto do lixo é um dos fatores que contribuem para a diminuição dos focos do mosquito. Separar o lixo é um dos primeiros passos para eliminar o mosquito.

Os resíduos recicláveis são: garrafas pet, embalagens, papel e papelão, alumínio, sacolas plásticas, caixas de leite e vidros. Eles devem ser armazenados em local coberto e depositado nas lixeiras laranjadas espalhadas pelo município.

Os resíduos orgânicos são: restos de frutas, verduras, legumes e alimentos, papéis higiênicos, fraldas, guardanapos, esponjas, materiais que se decompõem. Eles devem ser armazenados em local coberto e depositado nas lixeiras verdes espalhadas pelo município.

Já o óleo de cozinha deve ser acondicionado em embalagem pet bem fechada. Ela deve ser levado até as Feiras Livres realizadas em Chapecó ou ainda ser depositado na lixeira laranjada do lixo seletivo. Esse material é encaminhado ao Verde Vida, que faz sabão ou biocombustível.